Rotina de mãe empreendedora- só as fortes entenderão! rs

Rotina de mãe empreendedora- Existem “n” fatores que faz valer a pena

Frequentemente as pessoas me abordam com o seguinte questionamento:

Depois que você começou a fazer parte do universo do empreendedorismo materno, você trabalha menos do que quando trabalhava como funcionária de uma empresa?

A resposta é automática : Não e muitos se assustam.rs

E por isso hoje resolvi compartilhar a rotina de mãe empreendedora, com algumas dicas e desabafos!

O empreendedorismo materno

rotina de mãe empreendedora
rotina de mãe empreendedora

Como as grandes mídias abordam este assunto:

São milhões de mulheres no mercado de trabalho e mais milhões que acabam engravidando durante seu período de contrato. A maioria delas retornam imediatamente após sua licença maternidade, demonstrando a força, vontade e necessidade de contribuir para a renda familiar. Uma porcentagem destas mulheres se instiga a criar novas fontes de renda, inovar, buscar novos rumos para a vida profissional. Essas empreendedoras maternas, jovens entre 28 e 33 anos, estão ligadas com as novas tendências, a tecnologia, a moda e à inovação.

Começa um dilema:

É dada a largada para uma luta interna e  muitas mães se vêem diante de uma situação conflitante: voltar ou não ao trabalho?

Algumas tem a necessidade de complementar a renda familiar, outras tem uma carreira sólida em ascensão, dedicou tempo de sua vida para se profissionalizar. Como abrir mão de tudo?

E lá vem as pressões internas e externas, as “culpas” que persistem em assombrar as mães…

Esta é a nossa realidade:

Como abrir mão de horas preciosas com o nosso maior tesouro, eles são a motivação de todos os nossos dias sermos melhores do que ontem.

Por isso, um movimento que começou devagar está ganhando cada vez mais espaço: o empreendedorismo materno. Empreender tem sido a opção de muitas mães que desejam mais autonomia sobre sua rotina.

Mas o que de fato é o empreendedorismo materno?

rotina de mãe empreendedora
rotina de mãe empreendedora

O empreendedorismo materno é toda atividade empreendedora relacionada diretamente pela maternidade.

Muitas mães nem acreditavam ter potencial para tal ação (abrir um negócio), mas motivadas a ter uma rotina flexível, descobrem habilidades que antes estavam “escondidas”.

Hoje no mercado existem grandes cases de sucesso, de mães que se descobriram como excelente profissionais após a maternidade.

Sabe aquele termo, toda “mãe é uma leoa”?  Posso afirmar que sim! Somos leoa e fazemos de tudo para aproveitarmos cada segundo precioso com os nossos filhotes, até jornada dupla.

Ser mãe e empreender não é sempre um mar de rosas

rotina de mãe empreendedora
rotina de mãe empreendedora

Empreender não é uma tarefa fácil, exige muita persistência e resiliência, agora imaginem para uma mãe que desempenha inúmeras tarefas e ainda trabalha para encaixar os filhos nesta.

Muitas mulheres decidem abandonar suas carreiras durante o período gestacional, ou após o encerramento da licença maternidade.

Nestes períodos estão com a mente a milhão, engajadas a colocarem em prática uma ideia que lhe trará um retorno financeiro e flexibilidade nos horários.

Nós mães ansiamos em atuar efetivamente na educação dos nossos filhos, estar presente! Levar ao médico, participar de festinhas, levar aos passeios, fazer compras de rotinas, enfim ficar com os nossos filhos.

Para tomar esta decisão em se tornar uma empreendedora materna, existem algumas barreiras que precisam ser superadas, como:

  • Ter um plano;
  • Estar capacitada ou capacitar-se na área que deseja empreender;
  • Superar medos e inseguranças pessoais;
  • Ter objetivo e metas definidos;
  • Aceitar os conselhos de pessoas que realmente se importam com o seu novo momento;
  • Começar as coisas e terminar, não desistir com a primeira tempestade;

Rotina de mãe empreendedora

rotina de mãe empreendedora
rotina de mãe empreendedora

Prepare-se para aventura! Prepara-se para dupla jornada! Não, você não trabalhará menos, esquece isso, caso contrário desistirá na primeira barreira.

Você será mãe, mulher e empreendedora, logo terá atribuições como:

  • Toda rotina necessária com o bebê;
  • Toda rotina necessária com o lar e esposo;
  • Toda dedicação necessária para o sucesso do seu negócio

Não estou sendo exagerada, mesmo que você tenha ajuda externa, o coração gerencial de todas atribuições é de sua responsabilidade!

Empreender por necessidade, no susto, sem planejamento ou um plano de negócios nem sempre dá certo. Não sou eu que estou dizendo, são as estatísticas. Assim como a maternidade não é para qualquer um, ter o próprio negócio idem. E começar um empreendimento do zero enquanto cuida de uma criança pode ser como assobiar e chupar cana e você precisa saber disso. By Rita Lisauskas

Mas calma, não estou querendo fazer você desistir, estou falando claramente  sobre a realidade nua e crua! E como mãe empreendedora, posso lhe afirmar que vale muito a pena! A flexibilidade de estar com os nossos filhos nos momentos que eles precisam, faz cada esforço valer a pena! A possibilidade  de adequar agendas, mudar horários, trabalhar em momentos que eles estão dormindo, nos permite ver um horizonte que somente quem é mãe e empreendedora entende! Ser mãe e empreender é para as fortes! O dinheiro é de longe a razão de tudo, ele nos permite possibilidades, mas não move o coração!

E para você que está embarcando nesta rotina ou está nela e precisa de um help, separei algumas dicas:

  • Crie uma lista de tarefas: Lembre-se você não é uma super heroína é uma mulher de carne e osso, então está sujeita e esquecer ou achar que pode fazer além daquilo que realmente suporta. Hoje existem ferramentas grátis na Internet de gerenciamento de tarefas, como por exemplo o trello. Mas se você não é tão adepta a internet, não se preocupe um caderno já resolve, você pode listar as atividades do dia, da semana ou do mês;
  • Anote tudo : Você pode ter ideias brilhantes e esquecer, por isso anote tudo! Em alguma momento você pode precisar daquela ideia que achou que era loucura;
  • Use calendário: serão muitas atribuições, uma verdadeira loucura, então deixe tudo agendadinho em um calendário, nele deve conter toda suas datas já reservadas, para você não fazer confusão;
  • Relacione-se: É importante que você se relacione com pessoas que agregarão ao seu momento, mas nunca abra mão de quem de fato você é!
  • Local de trabalho: É muito importante que você tenha um espaço que determine como seu local de trabalho, assim sua mente e suas decisões serão mais organizadas. Este espaço você pode montar na sua própria casa, se for um escritório home office, ou se for um tipo de negócio que exija um espaço externo você precisa adaptar e investir neste local.

Gostei muito deste vídeo do mãe com prosa, ela falou de forma clara o que vivemos neste momento:

Veja também esta noticia sobre mitos e verdades do empreendedorismo materno.

Resumindo o empreendedorismo materno funciona como as demais formas de empreender, mas devemos sempre ser conscientes e disciplinadas sobre como usamos nosso tempo, quais são os nossos objetivos pessoais e profissionais.

Um beijo e até a próxima, em breve compartilharei mais experiências.

 

Valéria Queiroz

Valéria Queiroz

Mamãe de um menino fofo (Biel), publicitária, diretora comercial da Nairuz, bem humorada, acredita que a família é a base de tudo.Foi fisgada por este universo de amor sem medidas, quando ficou gravidinha, desde então mergulhou na maternidade e ama estar conectada com todos que não conseguem manter os pensamentos longe deste assunto.
“O universo mamãe é algo incrível”.

Comentários no Facebook