alergia em criança

Alergia em criança: Como proceder e evitar?

Alergia em criança: Descubra os principais agentes causadores

Alergia em criança é de tirar a paz de qualquer mãe! Ainda mais que não é tão fácil descobrir se a criança é alérgica.

Geralmente só nos damos conta quando os sintomas aparecem, aí tomamos as devidas providências para descobrir o que ocasionou.

No entanto, no conteúdo de hoje vou compartilhar algumas dicas que pode facilitar a sua vida e do seu bebê.

Afinal, o que é a alergia em criança?

Alergia em criança
Alergia em criança

Eu, como mãe de primeira viagem, enfrentei algumas dificuldades no inicio com o Biel no que diz respeito à alergias. Mas a verdade é que estamos sujeitos diariamente a novas descobertas…

Mas em resumo, a alergia nada mais é do que uma resposta de defesa do organismo, e ela geralmente se manifesta quando encontra algum agente ofensivo ao corpo.

Todos nós temos barreiras de proteção, ou anticorpos, e eles reagem para diminuir ou impedir a incidência de doenças.

Porém, no corpo alérgico ocorre uma superprodução de anticorpos para agressores não tão perigosos assim.

As alergias que mais atingem as crianças são:

  • De longe as alergias respiratórias e na sequência alergias alimentares.

Tenho alergia, meu filho também terá?

Alergia em criança
Alergia em criança

Antes de ser mãe eu tinha esta dúvida, pois sofria alguns incômodos devido à alergias. E agora que sou mãe, descobri com a mais recente alergia do Biel, que sim há esta possibilidade.

A tendência a ser alérgico normalmente é hereditária, no entanto os tipos de alergia entre pessoas da mesma família podem ser bem diferentes.

Por exemplo, um pode sofrer com asma e outro com rinite alérgica.

Então isso procede?

Sim, há um estudo que diz que, a probabilidade de uma criança com os pais alérgicos também sofrer desse mal é de aproximadamente 60%.

Como mencionei no inicio do conteúdo, não é tão fácil identificar  se uma criança é alérgica ou não. Desse modo, caso você perceba algum sintoma o pediatra precisa ser informado, e se for o caso ele direcionará para um especialista (Pediatra Alergista e Imunologista).

As alergias mais comuns como asma, dermatite e rinite, são mais fáceis de diagnosticar. Para as demais, geralmente é necessário realizar exames.

Como evitar alergia em criança?

alergia alimentar

Como na grande maioria dos casos, elas  são desenvolvidas devido ao fator genético, e infelizmente não há muito que fazer para prevenir que elas aconteçam.

Portanto, não se martirize, pois existem algumas medidas que vão te ajudar para que as reações alérgicas não sejam tão frequentes. Como por exemplo:

  • Evitar o contato da criança com o agente causador. Se há alergia ao pó ou mofo, quanto menos depósitos de poeira no quarto, melhor. Ou seja, um quarto sem carpete ou tapetes, sem almofadas e bichos de pelúcia na cama é mais adequado para uma criança alérgica;
  • As alergias alimentares costumam ser mais severas, mas um pediatra especialista vai lhe dar todas as orientações necessárias para evitar as ocorrências.

Ainda sobre prevenção no caso das alergias …

Achei super interessante a consideração do Dr Lucio Cury Pediatra Alergista e Imunologista, ele disse o seguinte:

Quanto mais tarde nós introduzirmos os alimentos industrializados, será mais difícil as crianças se sensibilizarem.

O aleitamento materno é um fator protetor importante, se você começa desmamar a criança antes dos 4 meses, mais fácil será a possibilidade de sensibilidade.

Veja o vídeo abaixo, onde o Dr Lucio explica de forma detalhada:

É comum confundir alergia e resfriado, tem como distinguir?

Alergia em criança
É alergia ou resfriado?

Eu tive esta dúvida também! É alergia ou resfriado? A melhor forma é sempre consultar o pediatra da criança.

Mas existem alguns pontos que se você observar cuidadosamente, vai perceber e distinguir, veja:

É renite alérgica ou resfriado?

  • A criança está resfriada com frequência? Geralmente resfriados melhoram em até 10 dias, já alergias não.
  • O narizinho da criança está sempre entupido ou escorrendo?
  • A criança está frequentemente com a mãozinha no nariz? Ora coçando,  ora limpando ou esfregando?
  • O catarro (secreção) que sai do narizinho é claro e líquido? Ou verde/amarelo grosso?
  • Ele espirra muito?
  • A criança fica com os olhinhos vermelhos, lacrimejando e coçando com frequência?
  • Tem olheiras?
  • Está respirando pela  boca?
  • Está com tosse seca?
  • Possui irritações na pele?

Se a maior parte das respostas foi “sim”, então existe uma grande chance da criança estar com alguma alergia. Consulte o pediatra e ele vai ajudar.

Em resumo, espero ter esclarecido suas dúvidas. Caso queira saber mais detalhes deste assunto, deixe nos comentários.

Um beijo!

Valéria Queiroz

Valéria Queiroz

Mamãe de um menino fofo (Biel), publicitária, diretora comercial da Nairuz, bem humorada, acredita que a família é a base de tudo.Foi fisgada por este universo de amor sem medidas, quando ficou gravidinha, desde então mergulhou na maternidade e ama estar conectada com todos que não conseguem manter os pensamentos longe deste assunto. “O universo mamãe é algo incrível”.

Comentários no Facebook