Desabafo de uma mãe: Brincar não custa caro❤️

Desabafo de uma mãe: toda experiência precisa ser compartilhada!

Hoje temos um post super bacana, enviado para nós com muito carinho. Trata-se de um desabafo de uma mãe! Adoro receber experiências reais e compartilhar cada uma com vocês.

Nós vivemos a maternidade real, nua e crua! E nada melhor que nós mesmas para falarmos sobre os desafios que enfrentamos e superamos!

Desse modo, a mãe da vez hoje é a Carla Lopes, e convido você para embarcar na história dela.

Brincadeira recheada de risos e pequenos olhos brilhantes

desabafo de uma mãe
Desabafo de uma mãe: diversão não quer dizer “gastar”

 

Olá, mamães!

Aceitei um desafio recente em desenvolver líderes de uma empresa, e chego em casa por volta das 18h00. Portanto, sou grata ao horário de verão pois ele proporciona uma extensão do dia, dia com luz.  Mas também atrapalha algumas rotinas.

Esses dias cheguei em casa e minha filha de 3 anos estava toda chateada porque as crianças tinham pipa. Meu condomínio fica em lugar alto e venta bastante, assim, é comum vermos as crianças soltando pipas e a fiação é subterrânea então não tem perigo das linhas enrolarem nos fios. Assim, é um show colorido no céu de pipas e a criançada correndo. Muito legal!!

Mas a Mel, não tinha pipa! E mesmo com o coleguinha emprestando, ela queria uma pipa pra ela.

É nesses momentos que a gente descobre que sabe fazer monte de coisas, tipo  os “dons divinos” e montamos  com folha sulfite e linha de crochê, uma pipa!

Veio depois o outro desafio…empinar a pipa.

Fiz para o amiguinho dela, para o irmãozinho dele e claro uma pra mim, e lá fomos nós  correr com o braço esticado para cima na intenção feliz de ver aquele pedaço de papel (pesado) voar no céu.

O vento ajudou bastante! Desta forma, nossa brincadeira foi recheada de risos e dos olhos dos pequenos brilhando, como se a pipa (que não voava) fosse a mais cara e mais linda do mundo.

Mamis, o que esse momento me ensinou é a mensagem que quero compartilhar:

Quanto gastei?

Pois folha sulfite (mas podia ser de caderno)  e linha de  crochê (mas podia ser linha de barbante ou o que tiver em casa), não custam caro.

desabafo de uma mãe
Desabafo de uma mãe: atitudes tão simples podem trazer alegrias imensuráveis

Ou seja, diante da alegria, não gastei nada.

Em tempos de tantos acessos e de brinquedos cada vez mais tecnológicos, até nós os pais, nos sentimos culpados quando não podemos presentear nossos filhos com essas preciosidades. Digo isso por conta do custo, afinal, como são caros os brinquedos e quanto menor for, mais caro fica.

O nosso desafio está em proporcionar momentos felizes, imprimir na memória, no coração de nossos filhos os valores, afeto, amizade…e isso construímos nos relacionando diretamente com eles.Portanto, as brincadeiras são a melhor ferramenta nessa construção.

Já parou para pensar? Qual foi a última vez que você leu uma história para seu filho? E quer uma dica? Não leia mostrando as páginas, leia da sua forma mesmo e ajude a criança a imaginar, pois com isso você irá estimular a criatividade e o foco, além de estar presente naquele momento.

Já pisou na grama geladinha? E na areia? Pergunte a ele qual a sensação… preste atenção em seus estímulos e vibre com as descobertas!

A maternidade é uma delicia e não precisa de muito esforço… troque a TV por brincadeiras de mangueira no quintal, banho de balde… faça bolinhos de chuva ou faça um bolo e coloque na memória deles o registro do seu tempero e do seu carinho.

Minha mãe e eu costumávamos sentar e tomar café para conversar (fazemos isso até hoje) e todas as vezes que sinto o cheiro de café em casa, eu me lembro dela passando café fresquinho quando eu chegava do trabalho.

 

desabafo de uma mãe
Desabafo de uma mãe: muitas vezes as crianças buscam algo muito mais simples do que imaginamos para garantir a diversão

Entende o que quero provocar em você?

Seja a melhor lembrança que sua criança terá da infância, libere a sua criança interior e fique descalça, ande na chuva, encha a boca com água e fique com as bochechas grandes só para a criança apertar e sair água…Oh delicia, minha gente!

Precisa de ideias? Existem várias opções para vocês se esbaldarem nessas férias e aproveitarem o horário de verão.

Mas antes… lembrem-se: tudo faz sentido quando nos permitimos…permita-se, sinta e viva feliz! Nós merecemos.

Vi algumas dicas muito interessantes para despertar a criatividade, e eu as encontrei no site BuzzFeed.

Mas existem várias outras coisas legais…compartilhe suas ideias aqui no blog, pois vamos amar.

Fez sentido pra mim e espero ter despertado suas memórias de infância. Aliás, no site Tempo Junto tem muitas coisas divertidas!

Um abraço e até mais!

Veja também: Educação financeira infantil: Qual o momento certo de começar?🤔

Carla Alessandra

Carla Alessandra

Mãe de 03 filhos, 15 anos de vivência em empresas de grande porte hoje atua como Coach e palestrante. Tem 40 anos e adora a sua nova vida!

Comentários no Facebook