Como estimular o bebê a falar-Garimpamos algumas ideias de encher os olhos, vem ver!

Como estimular o bebê a falar- Atitudes aparentemente simples fazem a diferença 🙂

Olá navegantes, tudo bem? Compartilhei recentemente algumas dicas de como estimular o bebê a falar, neste post aqui .

E várias mamães entraram em contato, para saber mais dicas sobre este assunto. Então, convidei uma amiga, para compartilhar sua experiências, como mamãe e psicóloga.

Ensinando o bebê a falar! É possível?

Como estimular o bebê a falar
Como estimular o bebê a falar – Foto by Flávia Fontes

Olá é um prazer compartilhar experiências reais, tenho certeza que poderá ajudar outras mamães…

Todas mamães e papais devem saber que a fala é algo natural e que a criança aprenderá em seu tempo, desde que não tenha nenhum tipo de atraso em seu desenvolvimento.

Alguns bebês falam mais rápido, chegando a pronunciar palavras corretas ou algo que se pareça com a linguagem oral antes mesmo de um ano, e outras apenas com cerca de 2 anos de idade.

Aqui em casa a experiência da fala começou relativamente cedo 🙂

Como estimular o bebê a falar
Como estimular o bebê a falar- Foto By Emme

Com alguns meses de vida o pequeno já balbuciava algumas sílabas, aqueles conhecidos “gugu, dada”a língua dos bebês. Mas a primeira palavra com sentindo mesmo foi mamãe, ainda com 10 meses de idade.

Confesso que meu marido pareceu um pouco desapontado quando não ouviu o papai antes.  E que diversas vezes ele tentou ensinar o pequeno, que sempre o contrariava e continuava no mamãe. (Sim a mamãe morreu de orgulho).

#- Mamãe pra cá, mamãe pra lá <3

Depois do mamãe percebi o quanto o bebê aprendia rapidamente, principalmente palavras curtas e comecei então a incentiva-lo, sempre dando nome as coisas.

Quando o pequeno apontava algo pedindo antes de entregar o objeto ou alimento a ele falava o nome do mesmo algumas vezes, e em diversas ocasiões ele conseguia repetir.

Como ele aprendia muito rápido, comecei a conversar cada vez mais com o pequeno. Perguntava coisas fáceis como por exemplo como faz o pato, ou o sapo para ele imitar os animais e em questão de uma semana ele já sabia imitar o som do animal e depois falava qual animal ele estava imitando.

#-Percepção

Ao perceber o interesse do filhote pelos sons, investi em comprar livros onde a criança aperta o botão e sai o som e logo em seguida fala o nome do animal ou objeto que imite aquele som, nem preciso dizer que ele amou né.

Uma boa dica é usar o tempo que estão no carro e que geralmente estamos dirigindo pra ir conversando e mostrando as coisas para a criança.

Sempre vou falando para ele o que está passando na rua, perguntando se ele sabe o que é, qual a cor, qual a forma, etc. Além distrair a criança me garantia que o tédio não iria virar um choro terrível durante a viagem.

#-Criança aprende brincando

Sempre brincamos muito e tudo que íamos fazer eu ia explicando o que estávamos fazendo e ele sempre repetia.

Com 1 ano e 8 meses foi o grande marco da fala para ele, uma vez que começou a repetir tudo que lhe era falado sem expressar dificuldades.

Resolvi então ensinar. Isso ensinar mesmo. Ensinar as cores, as formas, os números, ensinar a contar. E para o meu espanto quanto mais eu ensinava mais ele aprendia e muito rápido.

Ensino tudo brincando. Brincadeiras como esconde esconde, pega pega, empilhar blocos, e até mesmo na piscina de bolinha, onde tudo é muito colorido e com isso super simples ensinar as cores.

#-Incentivar faz a diferença

Assim que o bebê aprendeu tudo que mencionei, em pouco mais de um mês me perguntei:  Por quê não ensinar tudo isso em outro idioma?No meu caso inglês, não sei muito mas decidi que ensinaria pelo menos o básico.

E para minha surpresa novamente, ele aprendeu com muita rapidez.

#- Aprendendo outros idiomas

Em menos de uma semana já sabia todas as cores em inglês também.  As vezes ele responde em português o que eu pergunto e logo em seguida pergunto como se diz em inglês e ele responde prontamente.

Seguimos com o aprendizado, hoje sabe as cores, formas, e contar até 10 em ambas as línguas, além de alguns animais e frutas.

Nosso próximo passo está sendo o aprendizado dos cumprimentos em inglês também, além de alguns objetos. Frases ele só forma em português por enquanto.

#-A atenção, o carinho e o cuidado <3

Converso muito com meu pequeno desde que ainda estava na barriga. Leio histórias bem curtas e geralmente as que ele pode participar apertando algum botão ou imitando algum bicho para garantir a concentração.

Ele assiste alguns desenhos  na TV também, não por muito tempo porque ele prefere mesmo é brincar, mas observo que ele aprende bastante com esses desenhos também, principalmente com o desenho “Masha e o Urso” (ele adora e eu também), além do Pocoyo.Desenhos e canais do youtube também fazem sucesso aqui em casa como um intitulado TUTITU que mostra cores e formas, além de alguns objetos e brinquedos e o  KIDS TV que tem o alfabeto, frutas e animais ambos em inglês.

#-Como estimular o bebê a falar

Como psicóloga e como mãe também sei que cada criança tem seu tempo, mas com estímulos com certeza o aprendizado inclusive da fala é possível e pode ser auxiliado sim.

Basta paciência e perseverança dos pais e cuidadores das crianças, para desenvolverem atividades criativas e que facilitem o aprendizado da criança de maneira lúdica. Utilizando de coisas que os pequenos gostam, aqui em casa foram os animais, e agora os caminhões ( ele ama todo e qualquer tipo de caminhão e sabe o nome de todos). Resumindo nessa idade a criança aprende muito rápido e o incentivo e auxilio pode acelerar ainda mais esse aprendizado.

Vai dar tudo certo

como estimular o bebe a falar
como estimular o bebê a falar-img google

Esperamos, que tenham gostado das experiências reais compartilhadas pela Selma Bertoni.

Resumindo, falar dentro de um contexto e fazer gestos (como apontar para o objeto) podem favorecer o aprendizado, pois é uma maneira de o adulto apresentar o mundo para a criança.

Em breve compartilharemos mais dicas de como estimular o bebê a falar, fique de olho.

Um beijo!

 

 

 

 

Selma Bertoni

Selma Bertoni

Selma Cristina Bertoni, Jornalista, Psicóloga e mãe do pequeno príncipe Iago Gabriel de 2 anos.

Comentários no Facebook