frutas congeladas

Congelar da forma correta os alimentos garante a conservação dos nutrientes, você sabia?

Congelar da forma correta os alimentos, exige dedicação, entretanto, quando o assunto é garantir os melhor para os nossos pequenos, não medimos esforços. Pelo contrário, fazemos o máximo e como muito amor!

Portanto, esta será a nossa pauta de hoje, separei com carinho algumas dicas para você!

Congelar alimentos da forma correta é importante

congelar alimentos

congelar alimentos

Eventualmente congelo alimentos, graças a Deus  por ter flexibilidade, sou mãe empreendedora, consigo fazer o jantar fresquinho.  E no almoço o Biel fica com minha mãe e lá também ela consegue fazer tudo fresquinho.

Porém, acho muito importante saber a forma correta de fazer esse congelamento para que não se perda as propriedades nutritivas dos alimentos.  Aliás, armazenando do jeito certo, além de preservar os nutrientes o sabores também não irão alterar.

A fim de contribuir com você, separei algumas dicas, espero que goste, depois me conte se foi útil, combinado? 🙂

1- Técnica de congelamento de vegetais:

Antes de tudo, saiba que quase todos os vegetais podem ser congelados, menos os que serão consumidos crus em saladas (como alface, agrião, escarola, almeirão, rúcula, pepino, rabanete, tomate, etc).

Vale ressaltar que o congelamento não melhora o estado, aparência ou sabor do alimento. Sendo assim, na hora da compra, escolha vegetais frescos e de boa qualidade, aliás isso é primordial para que você tenha sucesso no processo de congelamento.

2- Tempo de branqueamento para os vegetais:

A saber,  o branqueamento é uma técnica de congelar legumes e vegetais ideal para correria do dia a dia.

3- Como fazer o branqueamento dos vegetais:

A maioria dos vegetais frescos precisa de um pré-cozimento antes do congelamento. Esta técnica como mencionado acima é conhecida com “branquear” ou “escaldar”.  Ela permite conservar as características originais, como cor, sabor e textura.

Assim sendo, lave, retire as partes danificadas, descasque e corte os vegetais. Ferva 1 litro de água e coloque 100g de legumes ou verduras. Abaixe o fogo e cozinhe-os até que fiquem “al dente”.

Na sequência, retire a porção da água com o auxílio de uma peneira e mergulhe em recipiente com água e gelo (choque térmico) até que fiquem frios.

A saber, este procedimento é importante para deter a ação do calor, uma vez que continua cozinhado o alimento mesmo com o fogo desligado. Deixe escorrer e embale em potes plásticos com tampa ou em sacos plásticos retirando o ar. O tempo de conservação dos vegetais branqueados em média são 10 meses.

Congelando papinhas de bebê

 

Certamente, se você tem uma rotina corrida a técnica de congelamento de papinha de bebês, será excelente para você! Uma vez que você pode congelar papinhas variadas por um mês, sem perder os nutrientes.

Ademais, no freezer, os alimentos mantêm seus nutrientes e o mesmo sabor do prato feito na hora. Utilize ingredientes frescos e prepare a sopinha usando pouco sal. Tempere com ervas frescas, como salsa, cebolinha, orégano, hortelã, etc. Não cozinhe por muito tempo, pois com o descongelamento e o aquecimento posterior, o cozimento ficará completo.

Veja como fazer:

  • Primeiro refogue os pedaços de carne ou frango, acrescente os legumes e, por último, o macarrão (opcional). Deixe ferver por três minutos apenas;
  • Retire a panela do fogo e faça o resfriamento rápido, colocando-a em recipiente com água gelada;
  • Separe em porções únicas e coloque em potes plásticos, identificando a papinha com etiquetas.

Congele purê de batatas

purê de batata congelada

purê de batata congelada

Em primeiro lugar, acho prudente informar que as batatas cozidas, inteiras ou em pedaços, não conservam a mesma textura após o congelamento.  Em contrapartida como purês, ficam perfeitas.

Desse modo, depois de cozidas, amasse as batatas ainda quentes e acrescente um pouco de manteiga e leite para que o purê não escureça com o processo. Misture bem os ingredientes e esfrie o purê em recipiente com água gelada.

Logo após, embale as porções em sacos ou potes plásticos com tampa e consuma em dois meses.

fonte: refrigeradores Brastemp

Técnica de congelamento de Frutas

O uso mais indicado das frutas após o congelamento é no preparo de doces em calda, geleias, purês, sucos, vitaminas, sorvetes e recheios de bolos. Assim sendo, o congelamento pode ser feito de quatro formas:

Natural:

Lave, descasque, retire os caroços e embale em sacos plásticos. O tempo de conservação varia de 4 a 6 meses.

Como polpa ou purê:

Descasque, retire as sementes e bata no liquidificador. Para as que escurecem, acrescente uma colher de sopa de suco de limão. Coloque o purê em forma individuais deixando 1 cm de espaço para expansão. Feche bem e leve ao freezer por até 12 meses.

Com açúcar:

Esta técnica é ideal para congelar frutas que serão servidas adoçadas em cremes, doces ou sucos. Coloque a fruta limpa e seca em um recipiente plástico e polvilhe com açúcar, de modo que fiquem totalmente cobertas. A medida básica é ½ xícara (de chá) de açúcar para cada 600g de fruta. Deixe descansar até que a fruta libere o suco e dissolva o açúcar, formando um xarope natural. Tampe o recipiente e leve ao freezer. O tempo de conservação é de 8 a 12 meses.

Em calda:

Ferva uma xícara de água com uma xícara de açúcar, coloque as frutas em um recipiente plástico e cubra-as totalmente com a calda. Para as que escurecem devido à oxidação, como é o caso da maçã e do abacate, acrescente ½ colher de suco de limão. Deixe esfriar, tampe e leve ao freezer. Esta técnica conserva as frutas por até 12 meses. Para facilitar, a calda também poder ser feita no microondas. Selecione a potência máxima (10) e programe 30 segundos.

Praticidade com o congelamento das frutas

frutas congeladas

Exceto a banana e a pêra d’água, que não apresentam bons resultados após o descongelamento, todas as frutas podem ser congeladas.

Primeiramente, lave-as muito bem, de preferência em água gelada, descasque e retire as sementes. Você pode congelá-las inteiras ou cortadas, em forma de purê, polpa ou suco concentrado.

Para facilitar o uso, congele a polpa das frutas que serão utilizadas para sucos em recipientes individuais ou em forminhas de gelo.

Depois de congeladas, podem ser guardadas em sacos plásticos e utilizadas de acordo com sua necessidade. Na hora de usar, a polpa pode ser batida ainda congelada no liquidificador, juntamente com água.

As frutas têm características próprias e precisam de tratamento diferenciado para que possam ser congeladas.

Veja na tabela como fazer:

como congelar alimentos

como congelar alimentos

Congelamento de frutas

Etiquetas de validade

Foto: Yuliia Mazuerkevych - Shutterstock - dicas para congelar alimentos

Foto: Yuliia Mazuerkevych – Shutterstock – dicas para congelar alimentos

Um ponto importante de ressaltar, são os cuidados que devemos tomar na hora de escolher o recipiente ou embalagem que será utilizada para congelar o alimento.

Além de dar preferência para recipientes que se encaixe bem no seu congelador, a embalagem para alimento congelado, deve ser adequada.

Outro fator importante é você identificar o que foi congelado em cada recipiente e data que foi congelado, provável prazo de validade e quantidade.Você pode escrever de caneta ou usar fita crepe, os dois funcionam bem.

Dica extra

Quando você descascar cebola, cenoura, remover talos de salsinha, cebolinha, salsão e outras ervas, pontas de vegetais como abobrinha e cenoura, coloque em um saco hermético dentro do freezer.
É provável que estas sobras de vegetais vá diretamente para lixo, entretanto se você aproveitar e congelar, certamente irá render um delicioso caldo de legumes, que poderá ser utilizado em uma sopa nutritiva ou um risoto.

Em conclusão:

Espero ter contribuído com estas dicas, afinal a rotina agitada requer praticidade também na alimentação, todavia,  não dá para deixar os hábitos saudáveis de lado. Contudo, é preciso ficar atenta ao métodos de congelamento, para que se preserve os nutrientes, conforme mencionei acima.

Um beijo!